Home / Transporte e atualidade / Comunicados de Imprensa / Alternativas para os retornos até Portugal

Alternativas para os retornos até Portugal

A actual conjuntura económica na Península Ibérica, provocou uma diminuição da compra de mercadorias por parte de Espanha e Portugal a outros países europeus. A descida nas importações  está a dificultar a procura de cargas de retorno para os transportadores portugueses.

Se bem que não está nas mãos do sector do transporte aumentar as importações e em consequência o número de cargas a transportar, sim está o permanecer alerta às alterações que se vão produzindo para aproveitá-las a seu favor, mudando por sua vez os hábitos de trabalho.

Uma destas alterações é a de contemplar como alternativa à problemática de encontrar carga completa, a possibilidade de procurar cargas parciais na bolsa de grupagens da Wtransnet.

Várias grupagens que coincidam na rota e nas datas, pode fazer inclusivamente mais rentável uma viagem de retorno que a própria viagem de saída.

Outra alteração é a de procurar cargas para destinos intermédios  em vez de procurar desde o lugar de origem ao lugar de destino. Por exemplo, um transportador que está na Alemanha ou Países Baixos, pode procurar carga também para o centro ou sul de França e desde aí procurar para Portugal e/ou Espanha. Ou, inclusivamente, fazer uma cabotagem em França, Norte-Sul, com todas as vantagens que supõe ser pago por uma empresa francesa (prazos de pagamento e Lei Gayssot que protegem o pagamento ao transportador.).

De igual forma, a Bolsa de rotas fixas da Wtransnet pode ser uma magnífica opção, ao proporcionar-lhe não apenas uma carga pontual, como ocorre na bolsa de cargas, mas um contacto com uma empresa que habitualmente tem cargas numa rota e procura transportadores que possam comprometer-se de uma forma regular. Oferecer o camião na bolsa de rotas fixas para as rotas que lhe possam interessar, é uma fonte de possíveis contactos para os operadores logísticos que estão à procura de novos colaboradores.

About wtransnet

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *