Home / Transporte e atualidade / Transporte / As multas mais elevadas sofridas pelos transportadores

As multas mais elevadas sofridas pelos transportadores

A principal infracção cometida pelos condutores de reboques e veículos ligeiros é não respeitar os tempos de condução e repouso previstos pela lei, de acordo com o inquérito que realizámos junto dos associados espanhóis e portugueses da Wtransnet.

multas

Com uma maioria esmagadora em Espanha, conduzir mais de dez horas por dia foi a sanção mais sofrida pelos transportadores, seguida de multas por excesso de velocidade, anotações no tacógrafo e folha de registo, bem como não fazer as pausas correspondentes após quatro horas de condução.

Em Portugal, depois de não terem cumprido as horas de descanso, as infracções cometidas de forma mais frequente foram infringir o limite de velocidade, as multas relacionadas com o acondicionamento e a documentação da carga e, por último, as administrativas relacionadas com o tacógrafo e as folhas de registo.

Durante a campanha de vigilância levada a cabo pela DGT em Fevereiro, a infracção mais comum foi precisamente o excesso de horas de condução, que afectou mais de 1859 camiões. Além disso, quase 600 transportadores foram sancionados pela falta de documentação relativa ao condutor ou ao veículo, 515 transportadores tinham mal colocado a carga, 367 camiões não utilizaram corretamente o tacógrafo e 126 condutores de camiões foram multados por não utilizarem cinto de segurança.

O ROTT estabelece uma nova infração sobre o tempo de descanso.

O novo Regulamento de Ordenamento dos Transportes Terrestres (ROTT) introduz agora uma nova infracção que afecta o descanso semanal regular: são obrigatórias mais de 45 horas de repouso a cada duas semanas de trabalho. Esta medida visa pôr termo à concorrência desleal existente em alguns países que obrigam os seus motoristas a viver quase permanentemente no camião.

As coimas variam em função da gravidade da infracção, sendo a mais grave a redução de nove horas, que pode ser multada em 2 000 euros. Se o período de repouso semanal for reduzido em mais de três horas, é definido como uma infracção grave, com uma sanção económica até 600 euros. Todos os outros casos são considerados infracções menores e a coima não excede 200 euros.

O ROTT também esclarece que apenas as pausas diárias e pausas semanais reduzidas podem ser feitas na cabina do camião.

Os radares mais perigosos para o transportador

O excesso de velocidade é a segunda infracção mais comum de que cometem em Espanha e Portugal. Há muitas razões que levam a uma condução mais rápida do que a lei estipula: a necessidade de entregar a carga a tempo, a fadiga que por vezes produz uma condução lenta numa estrada que não parece perigosa, ultrapassar outro veículo que nos obriga a ir a uma velocidade instável… Às vezes sem perceber que nos estamos a colocar em perigo a nós próprios e ao resto do trânsito.

Os radares fixos tentam muitas vezes dissuadir-nos de pisar no acelerador. Por esta razão, a DGT informa sobre os radares que mais condutores sancionam ao longo do ano .Os que mais multas impõem estão localizados em Málaga, Madrid, Sevilha e Toledo. Por isso, isto é algo a recordar quando passarem por estas cidades.

Infracções Curiosas

Além das infrações conhecidas por todos, existem alguns hábitos que também são penalizados financeiramente. Embora alguns existam por segurança, como nunca reabastecer com o veículo ligado, as luzes acesas ou o rádio ligado, outros são mais surpreendentes.

Conduzir com o braço fora da janela ou em tronco nú; pisar nos pedais descalço, com chinelos ou saltos altos, envolvem não só uma multa, mas também a remoção de pontos da licença. Além disso, a buzina só pode ser utilizada em caso de emergência ou ao passar por outro veículo.

Mas talvez a multa mais surpreendente seja que é proibido discutir ou mostrar afeição dentro do veículo, com uma multa de até 80 euros. Por isso, sejam tão afetuosos como quiserem, mas sempre depois de estacionar.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *