Home / Transporte e atualidade / Transporte / O transporte frigorífico mostra indicios de recuperação na Wtransnet com um aumento de 5% de cargas e 85% de camiões oferecidos

O transporte frigorífico mostra indicios de recuperação na Wtransnet com um aumento de 5% de cargas e 85% de camiões oferecidos

Durante o ano 2015 as toneladas transportadas de produtos frescos aumentaram 6,22% em Espanha.

Coincidiendo com o arranque da campanha hortofrutícola nos principais países produtores europeus, onde Espanha e Itália têm um grande peso, é o momento de analisar o protagonismo que o transporte frigorífico parece ter recuperado no presente ano.

Como pudemos ler no Especial Transporte Frigorífico que cadenadesuministro.es publicava em Setembro, encontramo-nos num “momento expansivo da economía” onde o frigo é chamado ao crescimento  “o sector do transporte viu-se favorecido pelo aumento de importações e exportações”. Na Europa existe uma tendência crescente a importar produtos hortofrutícolas, carne e peixe procedentes dos países do Sul, um facto que se traduziu em 2015 num aumento de 6,22% das toneladas transportadas respeito a 2014.

2-frigoa

Foi perceptível  esta tendência crescente na Bolsa de Cargas de Wtransnet?

Devido à sua liderança no Sul da Europa, o qual aglutina os principais produtores de fresco do continente (Espanha, Itália e França), a Wtransnet sempre se apresentou como a solução idónea  para a contratação do transporte frigorífico. Sendo assim, não é de estranhar que os dados de crescimento que lança a bolsa de cargas em transporte frigorífico, com um crescimento  respeito a 2014 de 3,5%- em cargas com origen Península Ibérica e destino Europa- estejam em sintonia com o aumento das exportações.

Também é de remarcar o crescimento do mercado frigorífico italiano, de características muito similares ao espanhol e onde as exportações de produtos frescos constituem parte do grosso da sua economia.  Respeito a 2014, ano em que a Wtransnet aterrava com maior força em Itália, o crescimento de cargas frigo de exportação para a Europa aumentou em 6%.

evolucion-cargas-pt

Conforme pudemos ler no especial de cadenadesuministro.es também cresceram as importações: “No primeiro semestre de 2015 as importações de frutas e hortalizas frescas alcançaram os 949 milhões de euros, um crecimiento del 12,45% em comparação com o mesmo periodo em 2014”.

Isto também se viu reflectido na bolsa de cargas com maior força nas exportações , vendo-se incrementadas as cargas frigo de importação da Europa para a Península Ibérica num 6.16% e um 8,93% para Itália.

Como afecta este crescimento as empresas de transporte?

Talvez este seja o dado mais significativo e do qual podemos extrair maiores conclusões. Segundo lemos em Logística y Transporte, nos primeiros meses do ano, bateram-se records de vendas em semi-reboques frigoríficos em Espanha, com um 68% mais de matriculações que durante o mesmo período de 2014. Isto traduziu-se num aumento de 85% da oferta de camiões frigoríficos dentro da bolsa de cargas para a realização de um transporte com uma procura cada vez maior.

evolucion-camiones-pt

Este crescimento da oferta de veículos frigoríficos viu-se reflectido com os mesmos valores, quer seja para o mercado exclusivamente nacional, como também para a exportação e a importação, convertendo a Wtransnet numa óptima opção para a contratação do transporte deste tipo de mercadoria devido ao seu grande volume de transportadores especializados em frio.

Seguindo com o paralelismo com o mercado italiano, onde o promédio de crescimento de camiões é muito parecido ao de Espanha, com um 81% mais de oferta respeito ao ano anterior, cabe destacar o espetacular aumento em 139% de veículos disponíveis para a exportação desde Itália para o resto da Europa.

camiones-pt_1

Outro dado a ter em consideração leva-nos à passada edição de WConnecta, O Encontro Internacional de Profissionais do Transporte, promovido pela Fundação Wtransnet e que teve lugar no passado 30 de Outubro em Madrid. No Wconnecta, onde uma parte muito importante da actividade se desenvolve nos speed networking, apenas na especialidade de frigorífico, levaram-se a cabo 1944 entrevistas rápidas (um 23% do total) entre empresas interessadas em encontrar colaboradores, já seja com cargas ou camiões frigo, na Península Ibérica e Europa em geral.

About Veronica Rodríguez

Veronica Rodríguez
Redacción

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *