Home / Transporte e atualidade / Transporte / A Wtransnet renova o seu compromisso com o transporte português

A Wtransnet renova o seu compromisso com o transporte português

Nos próximos dias 26 e 27 de Outubro decorrerá em Braga a 18.ª edição do Congresso ANTRAM, o maior encontro nacional dedicado ao transporte rodoviário de mercadorias, que promete, um ano mais, ser um ponto de encontro para reflexão e partilha de conhecimento entre todos os profissionais do setor.

A Wtransnet, a bolsa de cargas e camiões líder na Península Ibérica, estará presente num espaço de networking onde serão apresentadas as principais inovações tecnológicas dos maiores fabricantes de camiões e veículos comerciais, equipamentos, gestão e localização de frotas e outros produtos relacionados com o transporte

O transporte ibérico oferece mais possibilidades de regresso a casa ao transportador português

A Wtransnet, com um stand na área de exposição, renova o seu compromisso com os transportadores portugueses com uma proposta que, para além de os ajudar a reduzir a circulação de quilómetros em vazio, lhes permite formar parte da comunidade de transporte mais segura, da qual já fazem parte de mais de 11.500 empresas de confiabilidade e solvência comprovadas, com condições excecionais por serem associadas da ANTRAM.

 

transporte-internacional-peninsula-iberica-wtransnetDurante o primeiro semestre de 2018, o transporte ibérico teve uma excelente atividade com 35% mais cargas oferecidas com origem e / ou destinadas a Espanha ou Portugal. Quase 1,2 milhão de cargas das quais 63% ficaram em casa, enquanto 36% foram oferecidas para importação, ou seja, cargas destinadas à Europa e com origem na Península Ibérica, e 15% destinadas a exportação.

Se olharmos para o transporte internacional, vemos que durante os primeiros seis meses do ano, aumentaram em 12% as cargas originárias da Península Ibérica e destinadas ao resto da Europa. França, Alemanha e Itália foram os principais destinos da mercadoria, com crescimentos de atividade em 9% na França e 20% na Alemanha e na Itália.

origenes-cargas-peninsula-iberica

Em relação às importações, com um notável aumento de atividade de 45% nas cargas ofertadas originárias da Europa e com destino  à Península Ibérica, encontramos os mesmos protagonistas como principais origens da mercadoria, embora com um crescimento muito maior: a França (65%), Itália (18%) e Alemanha (41%), seguidos pela Holanda  e Bélgica, que ofereceram 60% e 52% mais de cargas, respetivamente.

Em relação ao trajeto de retorno das cargas com origem e destino na Península Ibérica, 96% moveram-se para o território espanhol, enquanto 4% permaneceram exclusivamente em Portugal. Um transporte, o nacional, que, apesar de ser um mercado maduro dentro da bolsa de cargas Wtransnet, continua a crescer acima da média, com um aumento na oferta de cargas de 39%.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *