Home / Transporte e atualidade / Transporte / A criação de um espaço seguro de trabalho é responsabilidade de todas as empresas de transporte que acedem à Bolsa de Cargas

A criação de um espaço seguro de trabalho é responsabilidade de todas as empresas de transporte que acedem à Bolsa de Cargas

Como trabalhar de forma segura numa bolsa de cargas

A Wtransnet, no seu afã por criar um ambiente de trabalho seguro no qual operar a nível europeu, desenvolveu uma política de qualidade muito estrita que permite dotar a comunidade de uma maior segurança. O Sistema QAP (Quality Assurance Policy) é o principal garante desta segurança pela qual a Wtransnet  apostou desde os seus inícios. O seu objectivo não se limita a filtrar a entrada de novas empresas, mas também monitoriza de forma contínua o seu comportamento de acordo com as normas aceites no momento da contratação. Tanto é assim que a Wtransnet renunciou a 3 milhões de euros de benefícios a favor dos seus standards de qualidade.

Um aspecto muito importante que contribuiu para que a Wtransnet se erija como a bolsa de cargas líder em segurança na Europa é o procedimento de filtragem, onde se analisa a seriedade e a solvência dos candidatos segundo o tipo de organização empresarial à qual pertençam e segundo sejam empresas ofertantes de cargas, empresas de transporte (com frota própria ou subcontratada) ou cooperativas. Em cada caso a documentação solicitada varia.

Geralmente, no momento da inscrição, e com o objectivo de verificar a identidade e realizar as verificações oportunas sobre a documentação da empresa, requerem-se a Licença comunitária da empresa e veículos em vigor, em alguns casos, pode ser necessário fornecer referências de empresas com as quais tenha trabalhado. A Certidão Permanente também é solicitada. Para as empresas sem frota, é obrigatório fornecer o Alvará de Transitário com um mínimo de um ano de actividade e a Certidão permanente. Além disso, para oferecer cargas na Wtransnet, é necessário dispor de crédito em COFACE ou uma garantia bancária que cubra as operações realizadas dentro da bolsa.

Toda esta segurança, no entanto, por si só não garante 100% que todas as transacções dentro da bolsa decorram  sem incidentes. Isto significa que precisamos de um compromisso por parte do associado para realizar as precauções oportunas na hora de trabalhar com qualquer colaborador. A contratação e execução do serviço é algo que ocorre fora do ambiente da Wtransnet, o que significa que somente as duas partes têm controlo sobre a mesma.

Apesar de que todas as empresas sabem que documentação devem solicitar, é verdade que em muitos casos, por circunstâncias do dia a dia ou para agilizar o processo, este passo não é realizado. Daí que queiramos enfatizar a conveniência de fazê-lo, e recomenda-se que, no caso das agências, se peça ao transportador, por exemplo, a matrícula do veículo com o qual irá realizar o transporte, podendo usar o pesquisador da  Wtransnet (WFinder) para verificar que essa matrícula está efectivamente inscrita e com a documentação em vigor. Além disso, as empresas carregadoras devem pedir ao transportador, nos casos em que a carga assim o requeira, se dispõe de um seguro de mercadorias e, no caso de um transporte de mercadorias perigosas, assegurar-se que possuem o carta de ADR correspondente.

Por parte do transportador, é importante realizar uma série de verificações antes de realizar a viagem. Em primeiro lugar, ter recebido a ordem de carga e que esta preveja o que se acordou: origem/destino, valor da viagem, forma de pagamento e o NIF ao qual se terá que facturar. Este último pode ser comprovado com os dados que a empresa carregadora facultou à Wtransnet através do pesquisador. É responsabilidade do transportador verificar que a agência tem a documentação vigente e que não se lhe retirou a possibilidade de oferecer cargas na Wtransnet, uma informação disponível também através do pesquisador ou do Serviço de Informação telefónico.

Todo este procedimento, junto à comunicação à Wtransnet do comportamento irregular de um associado, irá em benefício do bom funcionamento da bolsa de cargas, sendo para isso imprescindível a colaboração de todos os que formam parte dela.

Tweet to @wtransnet

About Veronica Rodríguez

Veronica Rodríguez
Redacción

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *