Home / Transporte e atualidade / Transporte / Um ano de otimismo para os transportes

Um ano de otimismo para os transportes

Nesta primavera, quando a Wtransnet lançou a campanha “Clube dos otimistas”, fê-lo com o objetivo de estimular um setor que foi bastante afetado pela crise do coronavírus e que, apesar de tudo, continuou a fazer todos os possíveis para manter o funcionamento da cadeia de abastecimento.

“Otimismo” foi a palavra de ordem dos resultados do inquérito geral que o Grupo Alpega lançou no início de 2021 direcionado a mais de 1200 empresas de logística e transporte na Europa. O inquérito incluía questões acerca do impacto que a crise sanitária teve nas empresas do setor, bem como o impacto de outros desafios, como a consequente digitalização do setor e o ”Brexit”.

A primeira leitura que pudemos fazer do estudo é que, apesar de a maioria dos inquiridos acreditar que o pior já passou, houve alguma prudência na avaliação dos próximos meses. Desta forma, o grau de otimismo em relação ao setor dos transportes no início do ano foi, em média, de 6,2 em 10. Um exemplo disso é que 72% das respostas indicavam que, durante 2021, os lucros obtidos pelas empresas de transporte seriam iguais ou superiores a 2020, enquanto 75% indicavam que o número de operações manter-se-ia igual ou até aumentaria ao longo do ano.

Embora ainda haja um caminho a percorrer, parece que, a poucas semanas do fim do ano, essas previsões concretizaram-se. Constatámos esta tendência durante o verão, em que registámos um volume de ofertas de carga muito superior ao registado no ano passado e até superior ao de 2019, contabilizando mais 300 mil ofertas de carga do que em 2019 e quase mais de um milhão e meio do que em 2020, o que representa um aumento de 39% da atividade.

Também tivemos o vislumbre de um regresso à normalidade com a realização da décima primeira edição do WConnecta, o maior evento de networking de transporte na Europa. Com um formato de menor dimensão, sendo o primeiro após a pandemia, reuniram-se em Barcelona 300 profissionais e 122 empresas de transporte de toda a Europa, num evento presencial marcado pelo otimismo, pela resiliência e pelo desejo que a atividade regresse à normalidade.

Por todas estas razões, encaramos a reta final do ano com positividade e com a convicção de que a época fria fechará 2021 com medalha de ouro, em que voltámos a ver camiões nas estradas e confiança entre os nossos profissionais. Mais uma vez, este setor demonstrou uma grande resiliência, formando um Clube de otimistas que continua a fazer aquilo que melhor sabe fazer: transportar mercadorias.M

Check Also

Verão de 2022: dicas para os condutores de camiões

A temporada de verão já começou e as estradas de toda a Europa ficam cada ...

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *