Home / Transporte e atualidade / Fraude e morosidade, dois problemas aos quais se enfrentam as empresas de transporte em Itália

Fraude e morosidade, dois problemas aos quais se enfrentam as empresas de transporte em Itália

Os meios de comunicação em Itália, assinalam que, depois de 6 anos após o início da crise, as dificuldades que estão a atravessar as empresas italianas não estão nem de longe superadas.

Pelo contrário, muitas destas, que até agora tinham conseguido sobreviver à conjectura económica, tornaram-se incapazes de fazer frente aos pagamentos dos fornecedores, do modo como estes se encontram, e têm de assumir a insolvência de clientes de toda a vida que até à data tinham cumprido com os seus pagamentos.

Não é de estranhar que, de acordo com a Coface, líder mundial em seguro de crédito, a fraude na actividade empresarial cresça dia a dia em países como Itália e Espanha. No caso concreto de Itália, a tendência que vem aumentando nos últimos anos é que dita fraude se comete mediante usurpação de identidade de uma empresa já existente.

No caso de Itália, segundo indica o Osservatorio Frodi Creditizie CRIF, este tipo de fraudes adquiriu tal relevância que está a afectar o comércio exterior pelo temor existente em contactar com empresas das quais não se tem a certeza da sua fiabilidade, já que no caso que se tenha cometido uma fraude, não existe direito legítimo de cobrança face à empresa à qual lhe foi suplantada a identidade.

Este fenómeno, é especialmente numeroso no sector do transporte, onde se faz necessário extremar as precauções e reforçar o controlo de identificação e seriedade do cliente ou fornecedor. Por tudo isto, a Wtransnet leva anos a trabalhar no desenvolvimento de ferramentas que permitem trabalhar num ambiente de confiança na contratação de cargas e camiões, além de ser a única bolsa que oferece um serviço de garantia de pagamento, o qual permite garantir o pagamento de uma factura através de um simples trâmite online em cada contratação.

De este modo, a Wtransnet aposta por uma expansão em Itália através da construção de um network de confiança e segurança, tal como se faz eco no seu último número Il Giornale della Logistica, publicação de referência em Itália:Uma das propostas distintivas da Wtransnet é garantir um âmbito de trabalho profissional, seguro e fiável.

A Wtransnet foi pioneira em criar uma bolsa de cargas e camiões cujo acesso apenas se pode obter por referência com a intenção de mitigar a desconfiança que provocou no sector do transporte italiano as numerosas usurpações de identidade. Isto significa que, além de superar os filtros de qualidade do sistema QAP (Quality Assurance Policy), o qual prevê rígidos controlos e verificações de acesso, qualquer empresa que queira afiliar-se tem de indicar nomes de empresas que já fazem parte da Wtransnet e que estejam em posição de as recomendar e garantir a sua profissionalidade e integridade. De facto, como assinala Il Giornale della Logistica, durante 2012 das 3.400 solicitações de adesão recebidas, apenas foram aceites 1228, o que supõe um 36% do total.

Por outro lado, com Cargo Plus, a bolsa de cargas avançada, conseguiu-se criar um espaço de máxima segurança e confiança com a possibilidade de oferecer em primeiro lugar cargas aos contactos habituais para depois oferece-las na bolsa pública, onde se encontram todas as empresas que de igual modo foram avaladas pelo sistema QAP.

Em ambos os casos tratam-se de sistemas com os quais a Wtransnet encontrou o modo de dar resposta à preocupação generalizada no sector respeito aos recentes acontecimentos relacionados com o fraude e os roubos de identidade.

About mmartinez

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *